Segundo estudos, 20% dos estudantes já praticaram bullying no ambiente escolar. A violência atinge alunos, educadores e funcionários e desponta como uma forte causa para s dificuldades de concentração e desenvolvimento escolar.

Para as escolas que querem investir na solução para essa grave questão, o SINEP/MG e a Abrace Programas Preventivos trazem projetos e produtos que farão de 2017 um ano sem bullying. A Abrace Programas Preventivos e o Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (SINEP/MG) uniram-se pelo fim do problema.

Apostando em empatia e educação, por meio de projetos pedagógicos bem estruturados, as instituições assumem a frente na batalha contra o bullying e zelam por crianças e adolescentes, pois acreditam que eles são parte essencial do futuro.

Como resultado dessa parceria, as organizações estão lançando o livro “Bullying,

Ética e Direitos Humanos”, na Região Sudeste. A obra escrita pelo filósofo, pedagogo, especialista em Filosofia e Direitos Humanos e Diretor da Abrace, Benjamim Horta, e pelo advogado curitibano Euclides Vargas – tem como objetivo trazer essa forma de violência e as maneiras de combate-la ao centro de discussões entre alunos do Ensino Médio.

15350502_640927516078174_3822073177707407320_n

Benjamim Horta, a convite do presidente da FENEN-MG, professor Emiro Barbini, apresenta à Diretoria da CONFENEN, em Brasília, o livro “Bullying, Ética e Direitos Humanos”.

O lançamento oficinal do livro em Minas Gerais acontecerá no dia 7 de abril de 2017, na cidade de Caéte, durante o Encontro Mineiro de Educação. Para fortalecer a luta contra esse sério problema, os parceiros SINEP/MG e Abrace unem seus recursos e contam com alicerces bastante sólidos: além do livro “Bullying, Ética e Direitos Humanos”, dispõem da ajuda do aplicativo Escola Sem Bullying, já disponível para IOS e Android.

Fonte: Tributa Cidade Nova